• Isabel da Silva Mendes
  • Isabel da Silva Mendes
  • Isabel da Silva Mendes
  • Youtube Isabel da Silva Mendes

Rua General Firmino Miguel, nº5, 11º 
1600-100 Lisboa 

geral@isabelsilvamendes.pt

© 2019 | Isabel da Silva Mendes

Powered by DigitalinMotion

Lista R em Lamego e Viseu

No Auditório do Arquivo (Museu Diocesano de Lamego), após visita à Delegação de Lamego e tribunal, em reunião com os advogados da Comarca e de Castelo Branco, mais uma vez se confirmam as preocupações com o presente e futuro da profissão.  


Da CPAS, aos atos próprios, da formação à procuradoria ilícita, dos honorários ao acesso à profissão, as preocupações manifestadas, são semelhantes. É necessário, como um colega presente disse, levantar o "manto de silêncio" e dar voz aos advogados.


E vamos fazê-lo. E ainda mais: arejar esta Ordem amorfa, reivindicar o seu lugar e trazer aos advogados a esperança de que o futuro está nas suas mãos, escolhendo ser ativos na sua construção.


Ficou o meu compromisso. E sabem que tenho palavra.


Realidades que são as do país, exercício de advocacias diferenciadas, demonstram que a Ordem dos Advogados tem de ser, obrigatoriamente, descentralizada. E a aposta na inovação digital, naquela advocacia tradicional, é uma necessidade.


Trago comigo a constatação de que a advocacia ali representada é uma das formas de exercer a profissão que prezo e tem de ser acarinhada. Se o futuro está aqui, a tradicional advocacia está também presente de forma muito forte.


É um orgulho poder acompanhar estas realidades, verdadeiras e que tanto dignificam a advocacia. É por isto, também, que me candidato.
Pela possibilidade de manter a Classe com classe pois todos se esforçaram e contribuem para uma advocacia presente com futuro.


Lamego e Viseu, receções e participações diferentes, são o reflexo da advocacia que temos de representar, acarinhar e defender.


Os contributos recebidos e histórias ouvidas acrescentam ainda mais a vontade de estar na luta e a certeza de sermos capazes de, transversalmente, representar a advocacia e os interesses dos advogados portugueses. 


Porque vivemos e sentimos a advocacia, conhecemos a realidade e temos coragem e vontade de, falando verdade, construir caminhos para soluções. 


Bem haja aos Colegas que estiveram presentes (Lamego, Viseu, Castelo Branco, Guarda, Celorico da Beira, Tondela, Covilhã e Fundão) e aos que se juntaram a nós desde Lisboa, Porto e Coimbra.


Terão em mim a Vossa mais respeitadora colega Bastonária.


Isabel da Silva Mendes

18 de Novembro de 2019

1/1